Resumo Trabalho

CUIDADO ODONTOLÓGICO DE PESSOAS IDOSAS NO NÚCLEO DE ATENÇÃO AO IDOSO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

ROMÁRIO CORREIA DOS SANTOS, PATRÍCIA FERNANDA FACCIO, EDUARDO BORGES DA COSTA LEITE e orientado por CARLA CABRAL DOS SANTOS ACCIOLY LINS e orientado por CARLA CABRAL DOS SANTOS ACCIOLY LINS

Introdução: A expectativa de vida da população brasileira aumentou; no início do século passado vivia-se em média 33 anos, e em 2012 passou para 74,6 anos. No Brasil, há aproximadamente 20 milhões de idosos, correspondendo a quase 11% da população total, com projeções para se tornar no ano de 2025, o sexto país no mundo, em contingente de idosos. Com o processo natural do envelhecimento, a cavidade bucal dos idosos passa por diversas alterações, como a retração dos tecidos periodontais devido à redução da celularidade, a diminuição da espessura da mucosa, e modificações na superfície da língua. Diante desse quadro, pode-se perceber que esta população necessita de cuidados e orientações odontológicas específicas, e o desenvolvimento de mais ações sociais voltadas para: a prevenção, diagnóstico e intervenção. Objetivo: relatar a experiência do cuidado odontológico de pessoas idosas no Núcleo de Atenção ao Idoso na Universidade Federal de Pernambuco (NAI/UFPE). Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo com uma abordagem qualitativa do tipo relato de experiência. O presente relato foi desenvolvido a partir das práticas clínicas vivenciadas no Núcleo de Atenção ao Idoso na Universidade Federal de Pernambuco (NAI/UFPE)/ Recife, tendo enfoque na atenção odontológica. Para o desenvolvimento do estudo foram observados, em um grupo de idosos, a saúde bucal pré-existente a sua entrada no projeto, queixas, e posteriormente reabilitação e conscientização através de educação em saúde sobre práticas de higienização e cuidados com a saúde bucal. RESULTADOS E DISCUSSÃO: O atendimento ambulatorial do projeto: “Cuidando da saúde bucal do idoso no NAI/UFPE”, ocorre em três dias da semana, neste local é realizado inicialmente a acolhida, depois os idosos relatam sua queixa principal e o cirurgião-dentista inicia a realização da triagem para a identificação das necessidades odontológicas, com o preenchimento de ficha para o plano de tratamento e realização de radiografias periapicais caso seja necessário. Depois, o idoso recebe as orientações de como manter limpo seus dentes e próteses, para melhor controlar a cárie e a doença periodontal, e são realizados o procedimento de raspagem e alisamento das superfícies dentárias. Buscamos promover uma melhor condição de saúde bucal para os idosos que frequentam as atividades do NAI, procurando motivá-los a cuidar mais da sua boca. O projeto motiva o discente do curso de odontologia da UFPE a pesquisa em na área de envelhecimento humano, contribui para a formação acadêmica do discente, revertendo os resultados da experiência em benefícios diretos ao paciente através da elaboração de um protocolo de atendimento odontológico. Espera-se com isso melhorar a mastigação, deglutição, nutrição e qualidade de vida dessas pessoas. CONCLUSÃO: Verificamos que o projeto tem contribuído na promoção de uma melhor condição de saúde bucal para os idosos que frequentam o NAI/UFPE, e que melhorando o bem-estar físico, psíquico e social.

Veja o artigo completo: PDF