Resumo Trabalho

AUTONOMIA E INDEPENDENCIA: UMA VISÃO DOS IDOSOS DE UM GRUPO DE CONVIVÊNCIA SOBRE O ENVELHECIMENTO ATIVO

MARÍLIA RUTE DE SOUTO MEDEIROS, BÁRBARA EBILIZARDA COUTINHO BORGES e orientado por LUCIANE PAULA BATISTA ARAÚJO DE OLIVEIRA

O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO ATIVO PODE SER INFLUENCIADO POR DETERMINANTES COMPORTAMENTAIS, PESSOAIS, ECONÔMICOS, SOCIAIS, AMBIENTAIS, DOS SISTEMAS DE SAÚDE E SERVIÇO SOCIAL, CULTURA E GÊNERO. NESSE SENTIDO, O PRESENTE ARTIGO TEM O OBJETIVO DE ANALISAR OS DETERMINANTES SOCIAIS DO ENVELHECIMENTO ATIVO NA VISÃO DE IDOSOS DE UM GRUPO DE CONVIVÊNCIA. ESTUDO QUALITATIVO E DESCRITIVO CUJA TÉCNICA DE COLETA DE DADOS FOI A ENTREVISTA SEMIESTRUTURADA COM IDOSOS PARTICIPANTES DE GRUPOS DE CONVIVÊNCIA, DESDE QUE ATENDESSEM AOS CRITÉRIOS ESTABELECIDOS. DA ANÁLISE TEMÁTICA EMERGIRAM NOVE CATEGORIAS, SENDO QUE DESTAS APRESENTAREMOS APENAS UM RECORTE, SENDO A CATEGORIA APRESENTADA: ENVELHECIMENTO ATIVO: AUTONOMIA E INDEPENDÊNCIA. CONCLUI-SE QUE OS IDOSOS ENTREVISTADOS DEVEM TER INDEPENDÊNCIA E AUTONOMIA, ALIADAS AO DESEMPENHO DE PAPÉIS SOCIAIS, FAZEM COM QUE OS IDOSOS MANTENHAM-SE ATIVOS, COM A SUA QUALIDADE DE VIDA PRESERVADA AO LONGO DOS ANOS.

Veja o artigo completo: PDF