Resumo Trabalho

CONTEXTO SOCIAL E REPOSICIONAMENTO DA SUBJETIVIDADE DO SUJEITO QUE ENVELHECE SOB O OLHAR DA PSICANÁLISE

LISSANDRA BRUNA RODRIGUES DOS SANTOS, JOAO AMANCIO DOS SANTOS

AS CONSIDERAÇÕES ACERCA DO ENVELHECIMENTO VÃO ALÉM DO ASPECTO CRONOLÓGICO. É INEGÁVEL A EXISTÊNCIA DE MUITOS OUTROS ASPECTOS, QUE SE CIRCULAM ENTRE CORPO, PSIQUE E CULTURA, QUE PRECISAM SER CONSIDERADOS PARA SE TER UMA VISÃO MAIS AMPLA DESSE FENÔMENO. TENDO COMO ASPECTO CENTRAL A DINÂMICA PSÍQUICA DO SUJEITO, ENQUANTO CENTRO QUE LIDARÁ COM A COMPLEXIDADE QUE EXISTE ENTRE UM CORPO QUE ENVELHECE E DE UM OUTRO QUE LIMITA E CASTRA O SUJEITO, FEZ-SE USO DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA, APORTANDO-SE NA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA DOS AUTORES, A FIM DE EXPLORAR: A) COMO SE DÁ A RELAÇÃO DO SUJEITO COM SUA CASTRAÇÃO NESSA FASE; B) COMO SE DÁ A RELAÇÃO COM O CORPO QUE ENVELHECE; C) COMO ESSE FENÔMENO PODE DESENCADEAR REPERCUSSÕES SOBRE COMO O INDIVÍDUO SE RELACIONA CONSIGO E COM OS OUTROS; D) QUAIS VIAS SÃO POSSÍVEIS PARA EXPRESSÃO DESSA DINÂMICA, EM PARTICULAR, NAQUELAS QUE PODEM LEVAR AO SOFRIMENTO PSÍQUICO DECORRENTE DA SOCIEDADE QUE LIMITA O SUJEITO OU PELA DISTORÇÃO IMAGINÁRIA OU SIMBOLIZADA SOBRE A ACEITAÇÃO, OU NÃO, DESSA FASE. E) CONSIDERAR POSSIBILIDADES DE INTERVIR SOBRE ESSE CENÁRIO. RESTANDO, ENFIM, SINALIZAR QUE AINDA SEGUE SENDO UM GRANDE DESAFIO PARA O CAMPO DE A PSICANÁLISE DEBRUÇAR-SE SOBRE ESSE PÚBLICO E FENÔMENO, TANTO EM ASPECTOS TEÓRICOS QUANTO INTERVENTIVOS.

Veja o artigo completo: PDF