Resumo Trabalho

ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS

DANIELLE LOPES VILAS, LIA MARIA GOMES BAHIA, LÍDIA MARTINS DE ALMEIDA , VICTOR JOSÉ BOCAFOLI MACHADO e orientado por EMMANUEL SÁ RESENDE PEDROSO

O ENVELHECIMENTO EM CURSO NO CONTEXTO BRASILEIRO TEM LEVADO A UM AUMENTO SIGNIFICATIVO DA DEMANDA DA PARCELA IDOSA DA POPULAÇÃO POR SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS URBANOS. DENTRE ESTES ÚLTIMOS, ENCONTRAM-SE AS MORADIAS COLETIVAS INSTITUCIONAIS, TAMBÉM CHAMADAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS (ILPIS). NESTES ESPAÇOS, A PROMOÇÃO DA ACESSIBILIDADE, CONDIÇÃO BÁSICA À PRESERVAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS USUÁRIOS DE UM DETERMINADO AMBIENTE, ASSUME IMPORTÂNCIA AINDA MAIOR, SENDO DECISIVA NA PRESERVAÇÃO DOS MAIS ALTOS NÍVEIS POSSÍVEIS DE AUTONOMIA E INDEPENDÊNCIA DOS RESIDENTES. O OBJETIVO GERAL DO ESTUDO AQUI APRESENTADO É APRESENTAR, EM SÍNTESE, A APLICAÇÃO DE UMA FERRAMENTA DE ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE EM UMA ILPI – ABRIGO SANTA HELENA – LOCALIZADA NA CIDADE DE JUIZ DE FORA, ESTADO DE MINAS GERAIS, BRASIL. PARA TANTO, FORAM EMPREGADAS, ALÉM DA TÉCNICA DE DOCUMENTAÇÃO INDIRETA PARA UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SOBRE OS TEMAS TERCEIRA IDADE, ILPI, ACESSIBILIDADE ESPACIAL E TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO PÓS-OCUPAÇÃO (APO) COMO CHECKLIST E ENTREVISTA SEMIESTRUTURADA, NO TRABALHO DE CAMPO, E MATRIZ DE DESCOBERTAS, NO TRATAMENTO DE DADOS. LOGO, UMA VEZ APLICADO O INSTRUMENTO, FOI OBTIDO UM DIAGNÓSTICO DA ACESSIBILIDADE NA INSTITUIÇÃO QUE PODE ORIENTÁ-LA EM INTERVENÇÕES E AÇÕES FUTURAS.

Veja o artigo completo: PDF