Resumo Trabalho

FITOTERAPIA APLICADA NO TRATAMENTO DE FERIDAS EM IDOSOS

JOSEFA RAQUEL LUCIANO DA SILVA, DHÉBORA RHANNY RIBEIRO ESCOREL BARROS, JOSÉ ANTONIO DA SILVA JÚNIOR, TAYNÁ DA SILVA BRITO e orientado por SAULO RIOS MARIZ e orientado por SAULO RIOS MARIZ

Envelhecer acarreta diversas mudanças fisiológicas, além das condições patológicas que são comuns nessa população, levando ao enfraquecimento das estruturas de proteção da pessoa idosa, a qual acaba por ter uma maior predisposição para o surgimento de determinadas doenças, que causam ferimentos como principal sintoma das mesmas. O presente estudo é caracterizado como uma revisão integrativa da literatura, realizada na BVS. Pôde-se comparar e dar novos significados às pesquisas que foram selecionadas para compor a revisão. Também foi adotada como base para esse estudo a obra “Plantas Medicinais no Tratamento de Feridas”. Após os filtros resultou-se 32 artigos, e após a análise, 9 foram selecionados e das plantas encontras na obra de Lima, 26 possuíam propriedades terapêuticas no tratamento de feridas em idosos. A Enfermagem tem papel imprescindível no tratamento dessas lesões, no que diz respeito à realização e troca de curativos e a escolha das coberturas adequadas, podendo interferir no processo de cicatrização. Além do tratamento convencional, compreende-se que os idosos têm uma tendência pela obtenção e uso de plantas medicinais para diversas finalidades, inclusive na cicatrização de feridas. Nesse sentindo, cabe ao profissional de enfermagem e equipe multiprofissional conhecer suas especificidades, e adequar-se à demanda que utiliza desta terapêutica como modalidade de reabilitação da saúde. Para alcançar cenário de atuação, é necessário que os profissionais busquem aprimorar essas práticas, tendo em vista a importância que as mesmas têm no cotidiano popular, principalmente quando se refere à população idosa, que carrega esses conhecimentos de forma enraizada nos seus princípios.

Veja o artigo completo: PDF