Resumo Trabalho

VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR CONTRA O IDOSO

LARISSA TAYNÁ COSTA DE ALENCAR CARNEIRO, BRUNA STEFANY CASTRO SANTOS, EWELY LARISSE FERREIRA DE OLIVEIRA, VITÓRIA SANTOS SILVA FERREIRA e orientado por TÂNIA MARIA ALVES BENTO e orientado por TÂNIA MARIA ALVES BENTO

A violência intrafamiliar é caracterizada pela ação ou omissão que prejudique o bem-estar, a integridade física e psicológica, ou a liberdade e o direito ao pleno desenvolvimento de um integrante do núcleo familiar. Pode ser cometida dentro ou fora de casa, por qualquer membro da família que esteja em relação de poder com a pessoa agredida. A população de idosos apesar de ser de ser considerado fator positivo para a história do desenvolvimento da humanidade, não ocorre em consonância com a criação de medidas que visem a garantir a qualidade de vida desses indivíduos. Este crescimento apontou problemas de ordem social, política e econômica, motivando a criação e o desenvolvimento da violência. Existem várias formas de cometer violência contra a pessoa idosa: Violência financeira ou material ou abuso econômico, Negligência, Abandono, Autonegligência ou autoabandono, violência quanto ao ato ou jogo sexual. A pesar dos diversas formas de violência há uma escassez de informações quanto aos agredidos e agressores é uma situação delicada, principalmente porque os idosos sentem-se culpados em denunciar o mesmo, devido a sua dependência e dificuldades. Com a finalidade de intervir nesses casos, existem algumas medidas preventivas que devem ser realizadas pelo profissional de saúde como: avaliar periodicamente o nível de independência nas atividades diárias, incentivar a manter contato com velhos amigos, participar de trabalhos voluntários na comunidade, estimular o autocuidado, evitar isolamento, etc. Tem como objetivo identificar a violência intrafamiliar contra o idoso. Realizado pesquisa qualitativa, utilizando referências disponíveis em buscas cientificas. Resultado e Discussões: nota-se a importância da reflexão dos profissionais de enfermagem, a denuncia que a sociedade deve realiza, mesmo que ainda não seja comprovado e as formas de prevenção, para proporcionar uma melhor qualidade de vida a pessoa idoso. Portanto a violência intrafamiliar é um problema complexo e social, que representa uma grave violação de seus direitos como cidadãos, embora o abuso de idosos por membros da família e cuidadores seja melhor compreendido, é necessária uma base de conhecimentos mais sólidas para o estabelecimento de políticas, planejamento e programas. Muitos aspectos do problema permanecem desconhecidos, incluindo suas causas e consequências, e mesmo a extensão do que ocorre.

Veja o artigo completo: PDF