Resumo Trabalho

APLICAÇÃO DA ESCALA MULTIDIMENSIONAL RÁPIDA DA PESSOA IDOSA EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

CAREN SANTOS LIMEIRA, ANNATERRA ARAÚJO SILVA e orientado por TATIANE OLIVEIRA DE SOUZA CONSTÂNCIO e orientado por TATIANE OLIVEIRA DE SOUZA CONSTÂNCIO

O objetivo deste estudo é descrever a assistência prestada aos idosos em declínio funcional, mediante a aplicação da escala multidimensional rápida da pessoa idosa e do exame físico. Trata-se de um relato de experiência vivenciado por acadêmicas da graduação em Enfermagem durante aulas práticas da disciplina de Enfermagem em Atenção à Saúde do Idoso em uma Instituição de Longa Permanência para idosos no período de março a abril de 2016. A aplicação da Escala Multidimensional da pessoa idosa resultou na detecção de alguns déficits, visão (50%), audição (80%), HUMOR/DEPRESSÃO na qual 33,3% deles se sentiam tristes ou desanimados e no teste de memória a falha foi de 33,3%. Na avaliação dos MMSS e MMII, foi detectadas incapacidades por 50% dos avaliados e 33,3% precisavam de orientações quanto à prevenção de quedas. A obtenção desses resultados levou a aplicação de cuidados sistematizados da assistência de enfermagem direcionada para promoção da autonomia e melhora da qualidade de vida do indivíduo idoso institucionalizado. Conclui-se que quanto mais cedo ocorre a intervenção no processo de fragilidade, maior a independência e bem-estar. Essa experiência proporcionou aprendizado e uma maior reflexão saúde sobre os cuidados essenciais para uma melhorar a qualidade de vida do idoso institucionalizado.

Veja o artigo completo: PDF