Resumo Trabalho

ATIVIDADES LÚDICAS EM INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

MAYARA SILVA DE SOUZA GUEDES, CLÉCIA PINHEIRO PIMENTEL , MAYLANNE STEPHANNE GOMES DA SILVA, WEDJA MARIA DA SILVA e orientado por BEATRIZ SANTANA DE SOUZA LIMA e orientado por BEATRIZ SANTANA DE SOUZA LIMA

Introdução: As políticas públicas no Brasil determina que os cuidados às pessoas idosas devem ser compartilhados entre a família, a sociedade e o Estado, devendo os mesmos prover meios que garantam a sociabilidade, resguardem o bem-estar, a dignidade e o direito à vida. Diante desse contexto, uma das alternativas de cuidados não familiares existentes corresponde às instituições de longa permanência para idosos (ILPIs), sejam públicas ou privadas. A existência de espaços coletivos para a troca de informações e experiências, bem como os contatos informais do dia a dia contribuem para aproximar os interlocutores. Os espaços de comunicação, como grupos reflexivos e rodas de conversa, reafirmam a importância da construção coletiva do cotidiano no espaço. Metodologia: Estudo descritivo do tipo relato de experiência. Para a elaboração da atividade, os acadêmicos do curso de enfermagem dividiram-se em equipes e distribuíram as atividades para facilitar no desenvolvimento da ação. Resultados: Os resultados alcançados foram satisfatórios, pois observou- se uma boa interação dos idosos quanto ás atividades e ao tema, algumas demostraram timidez mais logo foram se deixando levar pelas brincadeiras. Atividades como essa não são realizadas com frequência na ILPI, com isso, mostra-se a necessidade dos profissionais de buscar meios lúdicos e interativos que possam proporcionar momentos agradáveis e de estímulos para os idosos institucionalizados. Conclusão: Com essa ação foi possível identificar a falta de atividades que proporcionem interação dos idosos institucionalizados e perceber o quanto isso afeta a sua saúde, seja ela mental ou física.

Veja o artigo completo: PDF