Resumo Trabalho

PERFIL E ESPIRITUALIDADE EM IDOSOS DIAGNOSTICADOS COM HIV/AIDS

LIDIANNE MARIZ DE LIMA, GÉSIA MARILAID DA SILVA HONÓRIO , INGRID BERGMAM DO NASCIMENTO SILVA, THAYNÁ DIAS DOS SANTOS e orientado por RICHARDSON AUGUSTO ROSENDO DA SILVA e orientado por RICHARDSON AUGUSTO ROSENDO DA SILVA

O número de idosos vivendo com HIV/aids é representativo no Brasil, no entanto, o acesso a informações sobre prevenção ao HIV torna-se limitado para esta camada da sociedade. A espiritualidade é uma importante ferramenta nas estratégias de enfrentamento das novas situações que se impõem na vida das pessoas que vivem com HIV/aids. Objetivou-se analisar o perfil e espiritualidade em idosos diagnosticados com HIV/aids. Trata-se de uma pesquisa quantitativa realizada em outubro 2017 com dez idosos diagnosticados com HIV/aids. Obteve-se como local de coleta de dados um Hospital de referência para doenças infectocontagiosas em João Pessoa/PB, Brasil, sendo utilizada a Escala de Coping Religioso e Espiritual, tendo como critérios de inclusão: possuir idade igual ou superior a 60 anos com diagnóstico de HIV/aids, capacidade cognitiva preservada, sem distúrbios da fala e em condições físicas para responder ao instrumento. Os resultados indicam uma elevada frequência dos itens que compõem o Coping Religioso Espiritual positivo, e respostas direcionadas a crença na religião/espiritualidade nos itens negativos, parecendo apontar para efeitos benéficos que o envolvimento religioso tem no enfrentamento das dificuldades pelas quais idosos com HIV/aids são acometidos, possibilitando melhores condições para lidar com os problemas enfrentados, contribuindo para a adesão ao tratamento. Sendo assim, observa-se a necessidade de encorajar e promover cuidado envolvendo o âmbito espiritual de pessoas diagnosticadas com HIV/aids.

Veja o artigo completo: PDF