Resumo Trabalho

MÉTODO PILATES EM PESSOAS IDOSAS ATIVAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA NA PERSPECTIVA DE EXTENSIONISTAS

THAIS THUANNE DE OLIVEIRA SANTANA , ROSINALDO CARDOSO DOS SANTOS, TACIANA MARIA BEZERRA DE ARAÚJO e orientado por FABIANA GOÉS BARBOSA FREITAS e orientado por FABIANA GOÉS BARBOSA FREITAS

Introdução: O método Pilates é um programa de exercícios que visa o condicionamento físico e mental do indivíduo. Quando uma pessoa idosa realiza atividades do método Pilates pode manter a flexibilidade, força, alongamento e equilíbrio corporal. Assim o objetivo deste estudo foi relatar as experiências de extensionistas na aplicabilidade do Pilates solo em pessoas idosas. Metodologia: Tratou-se de estudo do tipo Pesquisa-Ação de campo com análise qualitativa dos dados. A amostra foi do tipo não-probabilístico, selecionada por conveniência; composta por cinco extensionistas voluntárias. O instrumento utilizado para coletar os dados foi questionário aberto elaborado com os itens de interesse para o estudo. Resultados e discussões: Os dados coletados foram analisados qualitativamente através da análise de conteúdo proposto por Bardin. Foram distribuídos e explorados em três categorias: (1) alterações físicas; (2) alterações psicossociais; (3) contribuição do extensionista.Na categoria 1, segundo as extensionistas, ocorreram melhora significantes nas habilidades motoras das praticantes. Na categoria 2 evidenciaram-se respostas com 100% de positividade em relação as mudanças psicossociais que as praticantes demonstraram no decorrer da aplicabilidade do método Pilates solo. Na categoria 3 as extensionistas descreveram o quanto se sentiram importantes para o desenvolvimento do projeto na comunidade, com ganhos em conhecimento teórico e prático na relação ensino aprendizagem, extensão e pesquisa. Elencou-se, ainda o incentivo a autonomia na elaboração de atividades relacionadas às disfunções físicas características das idosas, entendendo melhor suas necessidades para proporcionar uma melhor qualidade de vida. Além disso, houve uma atenção maior a individualidade de cada paciente, tendo em vista suas limitações e especificidades. Conclusão: Esse tipo de ação contribui para o aumento na qualidade de vida das praticantes, assim como também, amplia a idéia de humanização da saúde na conduta profissional futura dos discentes.

Veja o artigo completo: PDF