Resumo Trabalho

INTERVENÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA EM AÇÕES PARA MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSO: A EXPERIÊNCIA EXITOSA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE.

EMERSON FERNANDO XAVIER DE SOUZA e orientado por RAFAELA NIELS DA SILVA e orientado por RAFAELA NIELS DA SILVA

Introdução: A transição demográfica é acompanhada pela mudança do perfil epidemiológico da população brasileira. Tal fenômeno ocorre devido à redução das taxas de natalidade e mortalidade que o processo de transição demográfica no Brasil se tornará ainda mais acentuada a partir das próximas décadas. Até 2025 estima-se que a proporção da população com 60 anos ou mais aumente de 8 % para 15% e subsequentemente para 24% no ano 2050. A adoção de um estilo de vida ativo proporciona diversos benefícios à saúde, uma vez que é considerado como um importante componente para a melhoria da qualidade de vida e da independência funcional do idoso. A atividade física (AF) regular é considerada uma estratégia custo efetiva para promover saúde e qualidade de vida. O Profissional de Educação Física(PEF) é pioneiro e apresenta um papel histórico importante para a consolidação da área neste novo e importante contexto da atenção primária a saúde. Objetivo: Descrever a inserção e intervenção do Profissional de Educação Física no Sistema Único de Saúde em equipes NASF nas Unidades de saúde da Família (USF) na atenção Primária à Saúde. Relato de Experiência: O grupo de atividade física ocorre duas vezes por semana, porém os outros dias da semana são indicados como caminhadas e outras atividades, a fim de estimular a mudança de hábitos. O acesso ao grupo se dá por referência das médicas das unidades ou pelo grupo do hiperdia. Antes de iniciar no grupo é realizado uma avaliação física utilizando o teste Par-Q, o pentáculo do bem-estar, IMC e RCQ, O acompanhamento é feito a cada três meses aplicando apenas os testes do pentáculo do bem-estar, IMC e o RCQ, além do acompanhamento semanal pelo grupo do hiperdia com a médica no monitoramento dos medicamentos. No Grupo são realizadas também atividade de Educação em saúde. Conclusão: o Profissional de Educação Física é pioneiro e apresenta um papel histórico importante para a consolidação da área neste novo e importante contexto da atenção primária a saúde. Com tudo isso é importante o incentivo a mudança no estilo de vida dos idosos e incentivas também o público mais jovem nessa busca, para que futuramente tenha uma diminuição no número de casos de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Palavra-chave: atividade física, idoso, qualidade de vida.

Veja o artigo completo: PDF