Resumo Trabalho

DESAFIOS E PESPECTIVAS PARA UM ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL

EDIJANE HELENA DA SILVA , ALDLLAYNE MAYARA DA SILVA, DÉBORAH MARIA CAROLLINE DOS SANTOS, EMANUELLE VILAR DUARTE DOS SANTOS e orientado por MILECYO DE LIMA SILVA e orientado por MILECYO DE LIMA SILVA

Introdução: Ainda não existe uma anuência que defina Envelhecimento Ativo, no entanto acreditamos que esse tema leva-nos a pensar sobre as possibilidades de se envelhecer com qualidade de vida, uma vez que ele promove, em sua plenitude, desafios para quebrar paradigmas e remodelar a perspectiva de vida comumente atribuída à pessoa idosa. Essa ideia confronta-se radicalmente com propostas tradicionais, sobre a promoção à saúde. Sabemos que envelhecer envolve fatores que são distintos para cada indivíduo, ou seja, cada pessoa envelhece de forma diferente. Também sabemos que o processo de envelhecimento ocorre em decorrência de mudanças nos indicadores de saúde, em especial, da queda da fecundidade e isso poderá ter consequências que, por vezes, fogem do conhecimento da comunidade. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo compreender, por meio de um estudo bibliográfico, o envelhecimento ativo e seus benefícios para a saúde do idoso. Metodologia: O trabalho foi dividido em duas categorias de análise, sendo elas: As dificuldades vivenciadas pelo idoso e Atividade física na terceira idade. Para tanto, realizamos um estudo bibliográfico, com uma abordagem integrativa, sendo nosso corpus constituído por artigos originais, retirados de três bases de dados a saber: LILACS, BDENF e SciELO, utilizando como descritores no Decs (Descritores em Ciências da Saúde): Idoso; Qualidade de Vida; Enfermagem e Envelhecimento. Para a escolha da amostra do estudo foram levados em consideração os seguintes critérios de inclusão: artigos no idioma português, com disponibilidade do texto completo online durante o período de agosto a setembro de 2017. Os critérios de exclusão foram: relatos de casos, teses e dissertações, capítulos de livros, reportagens, notícias e artigos que disponibilizam apenas os resumos online. Trata-se de uma análise bibliográfica com abordagem qualitativa, uma vez que esta permite um aprofundamento na essência do tema discutido. Resultados: No total foram encontrados 22 estudos que expuseram relação contextual com a temática abordada, sendo que destes, 17 foram selecionados por demostrarem mais aprofundamento com o tema e por demostrar a importância do envelhecimento ativo como instrumento de socialização, resgate da funcionalidade e capacidade de contribuir para construção de uma sociedade mais crítica. Conclusão: Com base nisso, percebemos que o Brasil, há algumas décadas, vem passando por mudanças demográficas substanciais, fato este que requer da sociedade um olhar diferenciado, acolhedor, agregador e humano. Porém, mesmo diante de um tema de tamanha notoriedade, percebe-se certa parcimônia em relação aos estudos relacionados ao Envelhecimento Ativo. Portanto, torna-se indispensável buscar cada vez mais novos estudos sobre o Envelhecimento Ativo, com vistas à demonstração da avidez de descobertas por novos instrumentos de trabalho do enfermeiro para melhorar a qualidade da velhice da população brasileira.

Veja o artigo completo: PDF