Resumo Trabalho

ANÁLISE DOS INDICES PLUVIÓMETRICOS NO RESERVATÓRIO HIDRICO NO SEMIÁRIDO

JOSINADJA DE FÁTIMA FERREIRA DA PAIXÃO, REGINA WANESSA GERALDO CAVALCANTI LIMA, THALIS LEANDRO BEZERRA DE LIMA, VIVIANE FARIAS SILVA e orientado por VERA LÚCIA ANTUNES DE LIMA e orientado por VERA LÚCIA ANTUNES DE LIMA

O nordeste brasileiro é caracterizado pelo bioma da caatinga e a mesma possuindo suas singularidades, entre elas, solos pedregoso, sendo raso com pouca profundidade, tornando-se um solo jovem. O clima no semiárido possui precipitações irregulares, com épocas de secas prolongadas, existindo certa cautela das entidades públicas que visam tecnologias que possam se tornar favoráveis na convivência da sociedade. Neste aspecto, o estudo objetivou-se avaliar os índices pluviométricos no reservatório hídrico no açude Epitácio Pessoa no município de Boqueirão – PB. A pesquisa utilizou uma série de dados pluviométricos anuais, que foram obtidos pelo banco de dados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA) instalada no posto de Boqueirão-açude Boqueirão, entre o ano de 2000 até o ano de 2016, totalizando um período de 17 anos. Os dados foram submetidos a probabilidade de ocorrência de chuvas inferiores a climatologia anual prevista (508,8 mm). Possuindo um espaço amostral S, com n (S) elementos, e um evento a de S, com n(S) elementos, a probabilidade do evento A é o P(A) tal que: P(A) = {n(A)/n(S)}*100, onde n(S) é os 17 anos estudados e n(A) a ocorrência de precipitações inferiores a 508,8 mm. As menores médias ocorreram no ano de 2012 e 2015, constatando que as precipitações anuais referentes do ano de 2012 a 2016 foram inferiores a climatologia estimada de 508,8 mm, ou seja, poucas chuvas durante estes 5 anos, o que confirma o déficit de água na região, que ocasionou a redução do volume do açude em níveis bastante preocupantes.

Veja o artigo completo: PDF