Resumo Trabalho

ASSOREAMENTO, DESASSOREAMENTO E DESATERRO DO AÇUDE MAMÃO EM EQUADOR/RN.

ZENON SABINO DE OLIVEIRA

Ao longo de quatro décadas, vem ocorrendo o processo de assoreamento da calha do rio que deságua no Açude Mamão, que supre às necessidades hídricas da cidade de Equador-RN. Esse processo vem ocorrendo, ocasionado em larga escala pelo recebimento de rejeitos de mineradoras a montante do reservatório. Dessa forma, tornou-se necessário o desassoreamento consistindo em retirar o acúmulo de entulhos e detritos do leito e das margens do rio, oferecendo um fluxo livre às águas que se destinam ao açude, bem como o desaterro dos detritos, partículas e sedimentos acumulados no leito do reservatório. Para isso, tornou-se necessário, que houvesse as técnicas necessárias para a conservação e manutenção adequada para que não ocorresse a obstrução da calha aluvionar desse manancial. O trabalho consistiu em assessoria à Prefeitura Municipal da cidade de Equador, estado do Rio Grande do Norte, onde se fez um estudo de viabilidade técnica para recuperação da quantidade de água anteriormente existente no açude, fosse recuperado para suprir a demanda de consumo da população da cidade e do município. O trabalho foi realizado no ano de 2013 e dessa forma, atendeu o processo de revitalização e também a conscientização das mineradoras e mineradores, quanto ao local adequado para depósito dos rejeitos provindos dessas atividades.

Veja o artigo completo: PDF