Resumo Trabalho

QUALIDADE DA ÁGUA UTILIZADA NO CONSUMO EM ESCOLAS RURAIS DO MUNICÍPIO DE CATOLÉ DO ROCHA-PB

AMANDA COSTA CAMPOS, DANIELE DA SILVA COSTA, PATRÍCIA DA SILVA COSTA, ALDAIR DE SOUZA MEDEIROS e orientado por RENER LUCIANO DE SOUZA FERRAZ e orientado por RENER LUCIANO DE SOUZA FERRAZ

A água sendo essencial para existência de todos os seres vivos é considerada como um dos nutrientes mais importantes para a humanidade. A mesma encontra-se presente em todas as reações químicas do organismo humano. Nesse contexto, objetivou-se com esta pesquisa analisar os parâmetros químicos, físicos e microbiológicos da água utilizada para consumo humano em escolas rurais do município de Catolé do Rocha, Paraíba. O presente estudo trata-se de uma pesquisa quali-quantitativa, com análises laboratoriais. As coletas de água foram realizadas no dia 10 de agosto de 2017 em quatro escolas de ensino fundamental de comunidades rurais do município de Catolé do Rocha, PB. Sendo elas, a Escola Estadual Joaquim Valdevino de Lima (1), situada no Sítio Cajazeirinha; Escola Municipal Padre Cândido de Araujo Barreto (2), localizada no Sítio Cajueiro; Escola Estadual José de Sá Cavalcante (3), no Sítio Catolé de baixo e, Escola Municipal da Mapirunga (4), situada no Sítio Mapirunga. Conforme os resultados obtidos para cor aparente, observa-se que todas as amostras obtiveram unidade igual a 5, o qual, esse valor encontra-se dentro dos padrões de potabilidade de até 15 uH exigido pela portaria 2.914 do Ministério da Saúde. A maioria dos valores de pH observados foram superiores a 7, onde, foi constatado o menor valor (7,00) desse parâmetro na escola 02, e o maior valor (8,65) na escola 03. Os demais valores foram 7,02 e 8,45 encontrados nas amostras de água das escolas 01 e 04, respectivamente. As amostras de água coletadas nas escolas 01 e 02 foram observadas a presença de coliformes totais. Já nas amostras de água coletadas nas escolas 03 e 04, foi verificada a presença de coliformes totais e de E. coli, o que indica que a água utilizada é imprópria para consumo humano. Os resultados das amostras de água coletadas em diferentes escolas rurais do município de catolé do Rocha – PB, quanto a cor e pH encontraram-se dentro das exigências do Ministério da Saúde. Porém, estão fora dos parâmetros estabelecidos para a presença de coliformes totais e E. coli. Portanto, as águas fornecidas para essas escolas são consideradas como inadequada para o consumo humano, levando em consideração os padrões exigidos pelo Ministério da Saúde e o Conselho Nacional do Meio Ambiente.

Veja o artigo completo: PDF