Resumo Trabalho

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA DOS BEBEDOUROS DE ESCOLAS PÚBLICAS EM CAMPINA GRANDE - PB

FERNANDA GOMES BERNARDINO, SANDRA GOMES CORRÊA SILVA, NEYLIANE COSTA DE SOUZA e orientado por NEYLIANE COSTA DE SOUZA e orientado por NEYLIANE COSTA DE SOUZA

O surgimento de doenças por veiculação hídrica vem elevando o número de enfermidades, principalmente em crianças devido a imaturidade no sistema imunológico. E para garantir água potável para o consumo humano, esta deve passar por um tratamento adequado para atender o padrão de potabilidade da Portaria N° 2914, de 12 de dezembro de 2011 do Ministério da Saúde. Com o objetivo de monitorar os indicadores auxiliares (bactérias heterotróficas, coliformes totais e Escherichia coli) de padrão de potabilidade da água de bebedouros de escolas infantis do município de Campina Grande - PB, realizou-se coletas nos meses de abril a agosto de 2017 em três escolas. As amostras de água foram coletadas em bebedouros utilizados pelos alunos das escolas, seguindo procedimentos recomendados de coleta, acondicionamento, preservação e transporte das amostras. Os resultados obtidos demonstram que as concentrações das bactérias heterotróficas não excederam o valor estabelecido pela portaria vigente e que a maior influência a trazer algum tipo de risco à saúde humana é a presença de coliformes totais, observado em todas as amostras.

Veja o artigo completo: PDF