Resumo Trabalho

MÉTODOS DE DIMENSIONAMENTO E SIMULAÇÃO PARA RESERVATÓRIOS DE ÁGUA PLUVIAL

LÍGIA NEGRI CORRÊA, ANTÔNIO ERIVANDO BEZERRA e orientado por CARLOS EDUARDO ANGELI FURLANI e orientado por CARLOS EDUARDO ANGELI FURLANI

O mal uso de água nas edificações contribui com a depleção das fontes hídricas, de modo que os sistemas de aproveitamento de água pluvial para consumo não potável vem crescendo e propiciando economia de água em residências e empresas. Objetivou-se com o trabalho comparar com auxílio de programa computacional dois métodos para dimensionamento de reservatórios de água pluvial sugeridos na norma brasileira NBR 15527. O estudo de caso foi realizado em uma usina localizada no município de Pradópolis-SP, e consistiu de dimensionamento da capacidade volumétrica de um reservatório para captação de água pluvial pelos telhados de um escritório de 900 m2, utilizando o método prático de Azevedo Neto, e o método de Rippl. Dentre a faixa de valores resultantes do dimensionamento, foram selecionados para análise os valores de capacidade volumétrica de 200, 250, e 300 m3; sendo a análise feita por recurso de simulação do Excel, com base em planilha eletrônica; sendo possível, por meio do programa, simular o nível mensal de água pluvial contida no reservatório, a demanda de suprimento por água potável, bem como o overflow. O reservatório com capacidade volumétrica de 250 m3 se mostrou mais viável economicamente para implantação do sistema de captação, gerando uma economia de água potável de 73,2%.

Veja o artigo completo: PDF