Resumo Trabalho

ANÁLISE UTILIZAÇÃO DA MORINGA OLEIFERA NO PROCESSO DE FILTRAÇÃO LENTA E SUA RELAÇÃO COM A DESINFECÇÃO DA ÁGUA POR LUZ SOLAR-SODIS: POSSÍVEL APLICAÇÃO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

DÉBORA HYPÓLITO LINS DAMAZIO, VINICIUS NOVO DA SILVA, SABRINA DE ARAÚJO PEREIRA VENCESLAU e orientado por IVANHOÉ SOARES BEZERRA e orientado por IVANHOÉ SOARES BEZERRA

O bem maior considerado pela humanidade, a água, é o elemento fundamental para manutenção da vida. Recurso imprescindível para sobrevivência, e disponível das mais variadas formas na natureza.A partir desse pressuposto, a água no semiárido, por ser consumida através da captação decorrentes de rios, açudes ou poços por exemplo, além da maioria das vezes, não passar por nenhum processo de tratamento, apresentam-se de formas impróprias para o consumo humano.Diante das dificuldades enfrentadas no semiárido, percebe-se a necessidade do desenvolvimento de técnicas práticas, econômicas e viáveis para o tratamento de água, possibilitando uma adequação aos usos a que se destina, visando a melhoria da qualidade de vida dessas populações.Nos últimos anos pesquisas foram desenvolvidas objetivando tornar o processo de tratamento mais eficiente e de baixo custo, dentro desse panorama a semente da Moringa Oleifera se apresenta como uma alternativa viável, onde o foco está no desenvolvimento de novos coagulantes, que repercutem na concentração de patógenos presentes na água.Tendo como nosso objetivo de estudo, avaliar o método de filtração lenta de águas superficiais com uso de Moringa Oleifera associado a energia solar, como uma potencial eficiência no tratamento de água no semiárido brasileiro.Com isso, identificamos em todos os casos, os filtros apresentaram resultados significativos para remoção de turbidez e cor aparente, com destaque para a utilização consorciada da manta de granulometria de 600 g m-² ao coagulador de Moringa oleífera em uma concentração de 500 mg/L, com redução de 94% da turbidez e 96% da cor. E que consequentemente com a utilização da Moringa como coagulante natural, virá a contribuir para redução dos índices de contaminação, melhorar os hábitos de higiene, qualidade de vida e colaborar para o desenvolvimento sustentável da região.

Veja o artigo completo: PDF