Resumo Trabalho

CARACTERIZAÇÃO DO VOLUME DOS RECURSOS HÍDRICOS SEGUNDO A SAZONALIDADE DE CASOS NOTIFICADOS DE DIARREIA NO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE-PB

VITÓRIA MARIA MACIEL FARIAS SILVA, LUANA ANDRADE LIMA QUERINO, ANA CATARINA GUIMARÃES GOMES e orientado por PATRÍCIO MARQUES DE SOUZA e orientado por PATRÍCIO MARQUES DE SOUZA

O perfil característico dos recursos hídricos paraíbanos do XXI é marcado por desafios de ordem social, político e ambiental. Segundo Tundisi (2008), a crise de água deste século é muito mais gerenciamento do que uma crise de escassez e estresse. Todavia, a água potável é um recurso finito e seu uso em quantidade per capita, diminui a cada dia com o crescimento populacional e degradação dos manancais (BARBOSA, 2008). Contudo, a preocupação com os recursos hídricos em relação qualidade de água, será umas das prioridades sociais para diminuição dos agravos à saúde (ANDRADE et al 2013). Muitas doenças estão associadas à vinculação hídrica, onde na região semiárida elas são mais susceptíveis, podemos destacar casos de infecções intestinais, onde muitos enteropatogénos estão envolvidos principalmente na diarreia aguda, como o rotavírus um dos mais evidenciados em crianças (SCHNACK, 2003). Entretanto outros agentes estão envolvidos na disseminação dessa doença, outros parasitas como bactérias, helmitos e protozoários (têm como agente etiológico principal a Entamoeba histolytica um problema de ordem pública, podendo levar a óbito anualmente cerca de 100.000 pesssoas, tornando a segunda causa de morte por parasitose) (NEVES, 2004).

Veja o artigo completo: PDF