Resumo Trabalho

ANÁLISE DE UM RESERVATÓRIO DE ÁGUA DOCE : O AÇUDE EPITÁCIO PESSOA NO SEMI-ÁRIDO PARAIBANO

ISABEL FONTGALLAND, GILSON DA SILVA e orientado por ISABEL LAUSANNE FONTGALLAND e orientado por ISABEL LAUSANNE FONTGALLAND

A crise hídrica tem afetado a Paraíba de maneira draconiana. Os reservatórios de agua doce são ponte para diversas cidades que necessitam desse recurso diariamente. Tomando como dado que os reservatórios de água na Paraíba são praticamente a única forma de coleta e distribuição de agua, destacamos neste estudo o açude Epitácio Pessoa como um dos principais motores disso. Direta e indiretamente a atividade econômica sofre com a própria natureza da distribuição de água e por isso toda a estrutura produtiva do estado da Paraíba requer o uso de medidas como a do racionamento e uso cautelar da agua. Diante de todo esse histórico, a falta de água que vem ocorrendo desde 2014 em boa parte do Estado da Paraíba, segundo dados da AESA ( Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba), tem por grande motivador a estiagem que de maneira severa e o grande condicionante de oferta de água.Para a análise desta pesquisa, enquandrou-se o açude Epitácio Pessoa como reservatório de água doce que se encontra no município de Boqueirão, abastecendo 19 cidades do Estado da Paraíba, inclusive Campina Grande. Foram usados dados da ANA (Agência Nacional de Águas) a partir do SAR (Sistema de Acompanhamento de Reservatórios) e procedeu-se a analise de dados de Janeiro à Agosto de 2017.A partir de todos os dados analisados podemos concluir que o racionamento de água desde o ano que 2014 foi de suma importância, para que não houvesse problemas de falta de água nas 19 cidades que eram abastecidas pelo Açude Epitácio Pessoa e que mesmo, agora, com o fim do racionamento e com o crescimento do volume há a necessidade do consumo consciente evitando, assim, o retorno de um novo racionamento.

Veja o artigo completo: PDF