Resumo Trabalho

CHUVAS INTENSAS OBTIDAS DA DESAGREGAÇÃO DE CHUVAS DIÁRIAS PLUVIOMÉTRICAS EM PRINCESA ISABEL-PB

RENATA LUANA GONÇALVES LOURENÇO, LUCAS BEZERRA DOS SANTOS PEREIRA, MARIA JULIANA GONCALVES LOURENCO, SARA ALVES DE CARVALHO ARAÚJO GUIMARÃES e orientado por MANOEL MOISÉS FERREIRA DE QUEIROZ e orientado por MANOEL MOISÉS FERREIRA DE QUEIROZ

O conhecimento da magnitude das chuvas intensas é de fundamental importância para a elaboração de projetos hi¬dráulicos de engenharia civil, promovendo benefícios sociais e econômicos. O uso da equação de chuvas intensas é a forma mais usual para estimativa da chuva de projeto. No entanto, há dificuldade em obtê-la para locais desprovidos de dados pluviométricos, o que pode ser superado mediante técnicas computacionais para a espacialização dos seus parâmetros. O objetivo com este trabalho de pesquisa foi o desenvolvimento das curvas de Intensidade-Duração-Frequência (IDF) para a região de Princesa Isabel, PB, e para isso foram considerados os dados pluviométricos diários da estação meteorológica do município em questão, durante um período de 25 anos. Aplicou-se a distribuição estatística de Gumbel para obtenção das alturas de chuvas para os tempos de retorno de dois a 100 anos. Obtiveram-se as alturas máximas esperadas entre cinco e 1.440 minutos e suas respectivas intensidades médias máximas. Os resultados obtidos mostram-se satisfatórios, pois as curvas apresen¬taram um típico comportamento das curvas IDF, mostrando que quanto maior o tempo de retorno, maiores as chances de uma chuva de grande magnitude, e maior será sua intensidade em um período muito curto de duração.

Veja o artigo completo: PDF