Resumo Trabalho

TRATAMENTO DE ÁGUAS NO SEMIÁRIDO POR MEIO DE MEMBRANAS DE POLIAMIDA

ALINE FLORINDO SALVIANO, BRUNA ALINE ARAUJO , EDSON ANTONIO DOS SANTOS FILHO, EDCLEIDE MARIA ARAUJO e orientado por KEILA MACHADO DE MEDEIROS e orientado por KEILA MACHADO DE MEDEIROS

Esta pesquisa teve como objetivo desenvolver membranas de poliamida para serem aplicadas no tratamento de águas do semiárido. As membranas foram preparadas utilizando-se da poliamida 6 (polímero), argila bentonítica e cloreto de potássio (sal), sendo então dissolvidos em ácido fórmico para formar a solução e obtendo-as pelo método da inversão de fases. As membranas foram caracterizadas por MEV, medida de fluxo e permeação a vapor. Os resultados deste trabalho relataram que a adição da argila proporcionou uma modificação morfológica na sua superfície, apresentando uma estrutura com poros maiores e de formatos diferenciados, distribuídos de maneira não uniforme; na membrana de PA6/3% de argila/20% KCl, houve uma diminuição na sua espessura, provavelmente advinda da obtenção manual das membranas; verificou-se por medida de fluxo que houve uma compactação mecânica, provocando uma redução gradativa dos poros, diminuindo assim a sua permeabilidade, sendo o inchamento intrinsecamente relacionado com características hidrofílicas desta poliamida; na permeação ao vapor, observou-se que a adição de argila propiciou uma diminuição na permeação, atuando como agente nucleante e aumentando as suas propriedades de barreira.

Veja o artigo completo: PDF