Resumo Trabalho

TECNOLOGIAS SOCIAIS E TÉCNICAS DE CAPTAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ÁGUAS DAS CHUVAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

JHERSYKA BARROS BARRETO

Os condicionantes climáticos que afetam o semiárido brasileiro são responsáveis pelas secas, que ocorrem em períodos de longa estiagem, devido a má distribuição do volume de chuvas ao longo do ano na região. O que traz para a população a necessidade de ter reservas de água para enfrentar os períodos de secas. É importante conhecer as características do semiárido brasileiro para identificar quais as técnicas mais adequadas para a captação e armazenamento de água que devem ser disseminadas para mitigar os problemas causados pelo déficit hídrico que afeta a região. Utilizar técnicas que ajudem a descentralizar os recursos hídricos e facilitem a justa distribuição da água entre as famílias que vivem nas zonas rurais do semiárido brasileiro é uma forma de combater concomitantemente os impactos negativos das secas que afetam o campo ambiental, social e econômico. Esse artigo aborda as "Tecnologias Sociais" com a descrição de algumas das técnicas de captação e armazenamento de água utilizadas no semiárido brasileiro, com o objetivo de discutir a importância dessas técnicas ambientais para suprir as necessidades hídricas da população rural e proporcionar uma transformação social. Através de ações que visam preparar e capacitar a população para conviver melhor com as condições climáticas do semiárido. A metodologia utilizada foi de revisão bibliográfica sobre as técnicas de captação e armazenamento de água aplicadas no semiárido brasileiro e visita técnica ao Centro Xingó de Convivência com o Semiárido, situado no município de Piranhas-AL, para conhecer as técnicas ambientais/sociais implantadas no próprio Centro Xingó.

Veja o artigo completo: PDF