Resumo Trabalho

ANÁLISE MORFOMÉTRICA DE UMA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TAPEROÁ/PB

MARIANA LIMA FIGUEREDO, FAGNA MARIA SILVA CAVALCANTE, RENATA LUANA GONÇALVES LOURENÇO, SARA ALVES DE CARVALHO ARAÚJO GUIMARÃES e orientado por MANOEL MOISÉS FERREIRA DE QUEIROZ e orientado por MANOEL MOISÉS FERREIRA DE QUEIROZ

Para melhor aproveitamento e gerenciamento dos recursos naturais de uma bacia hidrográfica, faz-se necessário o conhecimento de suas características morfométricas para entender o comportamento hidrológico da mesma nos períodos de ocorrência de precipitação. O presente trabalho teve como objetivo determinar a caracterização morfométrica da sub-bacia do rio Taperoá através dos parâmetros físicos: área, perímetro, fator de forma, índice de compacidade, índice de conformação, declividade, altimetria da sub-bacia e comprimento rio principal e da rede de drenagem, utilizando-se imagem SRTM, e dados digitais do estado da Paraíba referentes à delimitação da área em análise. Para a obtenção dos resultados necessários para caracterizar a sub-bacia do rio Taperoá, foram utilizados dados registrados via sensoriamento remoto, a partir da planta digitalizada SRTM e shapefiles da área, sendo o seu processamento conduzido através das ferramentas do software livre QGis 2.18.11 com auxílio de planilha eletrônica Excel©. Os resultados indicam que a sub-bacia do rio Taperoá dispõe de um formato alongado, portanto pouco susceptível a enchentes e que a maior parte da sua área total possui declividade plano, suave ondulada e ondulada, com cerca de 20,59, 32,02 e 46,51%, respectivamente.

Veja o artigo completo: PDF