Artigo E-book 2: I CONIMAS e III CONIDIS/2019

E-books

ISBN: 978-65-86901-01-6 

PERCEPÇÃO AMBIENTAL SOBRE O RIO PIANCÓ NA PARAÍBA: IMPACTOS AMBIENTAIS E SAÚDE PÚBLICA

Palavra-chaves: RIO PIANCÓ, IMPACTO AMBIENTAL, POLUIÇÃO, SAÚDE PÚBLICA, E-book AT 05: Gestão, Qualidade e Acesso às Águas Publicado em 18 de junho de 2020

Resumo

ESTA PESQUISA TRATOU DOS IMPACTOS AMBIENTAIS OBSERVADOS NO RIO PIANCÓ E SEU EFEITO NA SAÚDE DA POPULAÇÃO DE COREMAS, CAJAZEIRINHAS E POMBAL, NA PARAÍBA E ANALISOU A PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS MORADORES LOCAIS SOBRE A UTILIZAÇÃO DA ÁGUA E DO SOLO DAS MARGENS DO RIO. FORAM REALIZADAS VISITAS DE CAMPO COM OBSERVAÇÃO DIRETA E REGISTROS FOTOGRÁFICOS, CHECKLIST ALÉM DA APLICAÇÃO DE UM QUESTIONÁRIO JUNTO A 140 MORADORES, SELECIONADOS ALEATORIAMENTE. OS RESULTADOS INDICARAM QUE 92% DOS ENTREVISTADOS CONSIDERAM O RIO POLUÍDO, COM ESTADO DE CONSERVAÇÃO DE REGULAR A PÉSSIMO. MESMO ASSIM, 73% DELES AFIRMARAM USAR DA ÁGUA DIARIAMENTE OU UMA VEZ POR SEMANA PARA ATIVIDADES DOMÉSTICAS E RURAIS, HIGIENE PESSOAL, CONSUMO PRÓPRIO, ETC. A MAIORIA (59%) RESIDE NO LOCAL HÁ MAIS DE 10 ANOS E ELENCOU COMO PRINCIPAIS CAUSAS DA POLUIÇÃO A PRESENÇA DE “LIXO’’ (33%), DESPEJOS DE ESGOTOS (30%) E A FALTA DE TRATAMENTO DA ÁGUA (16%), ENTRETANTO 88% AFIRMARAM QUE REALIZAM ALGUM TIPO DE TRATAMENTO DOMÉSTICO, COMO A CLORAÇÃO (50%). DOENÇAS DO SISTEMA DIGESTÓRIO (49,1%) E DOENÇAS DE PELE (20,8%) FORAM AS MAIS ASSOCIADAS AO USO DA ÁGUA DO RIO E OS MORADORES TAMBÉM ACREDITAM QUE OS CASOS DE CÂNCER NA POPULAÇÃO TENHAM RELAÇÃO COM OS IMPACTOS AMBIENTAIS E OS HÁBITOS LOCAIS. O SOLO É UTILIZADO PRINCIPALMENTE PARA ATIVIDADES AGRÍCOLAS E PASTAGENS. PODE-SE AFIRMAR QUE, TANTO NA ÁREA URBANA COMO NA RURAL, A DEGRADAÇÃO AMBIENTAL É FRUTO DO USO INADEQUADO DO SOLO POR MEIO DE ATIVIDADES MAL PLANEJADAS, SENDO IMPRESCINDÍVEL INVESTIMENTOS EM SANEAMENTO BÁSICO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.