Artigo Anais I WIASB

ANAIS de Evento

ISSN: 2319-0248

Visualizações: 79
AÇÃO QUELANTE DO ÁCIDO ÚSNICO COMO BIORREMEDIADOR DE SOLOS SALINIZADOS NO MUNICÍPIO DE CABROBÓ, PE.

Palavra-chaves: DESERTIFICAÇÃO, SALINIZAÇÃO DO SOLO, LIQUENS, RADIAÇÃO UV, RADIAÇÃO UV Pôster (PO) Preservação do meio ambiente no semiárido

Resumo

Neste trabalho objetivou-se avaliar a capacidade do líquen Cladonia substellata, submetido ou não a doses de radiação UV, de biorremediar a salinidade de Luvissolos. Foram realizadas coletas do líquen C. substellata no município de Mamanguape- PB e solos (Luvissolos) salinizados ou não grupo controle, ocorrentes em diferentes áreas agrícolas irrigadas do município Cabrobó – PE. Constituiu como método a realização de quatro coletas do material liquênico e do solo no intervalo de 15, 30, 60 e 90 dias, após a montagem dos experimentos. Amostras de líquen (15 g) foram submetidas à radiadação com lâmpada UV. Os resultados de fertilidade demostraram alterações na química do solo com o aumento do pH, cálcio e magnésio. Constatou-se que mesmo em intervalo de tempo curto, pode-se observar a interação de C. substellata com Luvissolo e sua capacidade de modificação química de solos. Estudos posteriores poderão auxiliar na construção de dados para comprovação desta espécie como possível biorremediador de solos degradados pela salinização.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.