Artigo Anais VI SETEPE

ANAIS de Evento

ISSN: 2359-2044

Visualizações: 64
A ELABORAÇÃO DE UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O ENSINO DE QUÍMICA A PARTIR DA INDISSOCIABILIDADE ENTRE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Palavra-chaves: ASSENTAMENTO, ENSINO DE QUÍMICA, QUALIDADE DA ÁGUA Comunicação Oral (CO) ET3 - Didática, Formação e Práticas pedagógicas em contextos escolares e não escolares

Resumo

A indissociabilidade apresenta presença marcante no Ensino Superior, no entanto o estudo ingressa essa junção já no Ensino Médio, como proposta de ensino contextualizado. O estudo tem como objetivo elaborar um material didático que forneça conhecimentos básicos para que qualquer professor de química, consiga ministrar uma aula de química sobre parâmetros químicos observados na qualidade da água, relacionando-os com o contexto do Sertão do Pajeú e interligando com outras disciplinas. O presente estudo trata-se de uma pesquisa quali-quantitativa. O projeto foi executado em três partes: a primeira foi realizada no Sertão do Pajeú, no assentamento Poços do Serrote em Serra Talhada – PE, onde foram coletadas as amostras de água das cisternas das residências, a fim de identificar as seguintes variáveis: pH, turbidez, determinação do teor de cloreto, dureza. A segunda parte consiste nas análises laboratoriais. A terceira parte do projeto foi elaborar um material didático. Os valores de turbidez variaram de 1,67 UT a 34,5 UT com valor médio de 18,08. O Ministério da Saúde considera aceitável o valor máximo de 5 UT, assim algumas amostras foram identificadas estando fora desse padrão de aceitação para o consumo humano. A partir da análise das amostras de água das cisternas, é possível identificar que apenas alguns valores de turbidez encontravam-se fora do padrão exigido para que a água seja considerada potável. De posse das análises físico-química das águas foi elaborado um material didático.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.