Artigo Anais VI SETEPE

ANAIS de Evento

ISSN: 2359-2044

Visualizações: 56
A CRÔNICA COMO FORMADORA DE LEITORES E ESCRITORES CRÍTICOS E REFLEXIVOS: ANÁLISE DE UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: GÊNEROS LITERÁRIOS, LITERATURA, CRÔNICA Comunicação Oral (CO) ET3 - Didática, Formação e Práticas pedagógicas em contextos escolares e não escolares

Resumo

Sabemos que o ensino dos gêneros literários requer uma aproximação com diversos tipos de leitura principalmente em uma sociedade dominada por tecnologias visuais e pela cultura do entretenimento. Por esse motivo é preciso pensar num objetivo para estudar e ensinar literatura. Além do mais a leitura e produção dos gêneros literários torna-se indispensável para a construção do conhecimento e incentivo dos acervos sociocultural e literário. Dessa forma este artigo observa o ensino de gêneros literários em sala de aula mais especificamente a crônica, gênero trabalhado em um projeto desenvolvido pelo PIBID/UERN/CAMEAM em consonância com a OLP (Olimpíada de Língua Portuguesa “Escrevendo o futuro”), em duas turmas da 1° série “A e B” do Ensino Médio na escola Estadual José Fernandes de Melo na cidade de Pau dos Ferros/RN. Esta pesquisa tem como objetivo discutir o ensino da crônica em sala de aula através do relato de experiência que vivenciamos. Sendo assim, buscamos subsídios em alguns autores que discutem o trabalho desse gênero e como podemos conceituá-lo, como Marcuschi (2002), Coutinho (2004), Silveira (2009), entre outros. Nesse intuito analisaremos como relato de experiência o projeto “Crônica uma prosa bem afiada” para tecer a importância desse gênero no desenvolvimento tanto da leitura como da escrita dos estudantes. Portanto, esperamos que o presente artigo contribua de forma significativa para o ensino e aprendizagem, tendo como resultado o incentivo da leitura e escrita e ao mesmo tempo formando leitores críticos e reflexivos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.