Artigo Anais IV CEDUCE

ANAIS de Evento

ISSN: 2447-035X

Visualizações: 40
CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA HISTÓRICO CULTURAL AO PROCESSO DE LEITURA E ESCRITA DE CRIANÇAS SURDAS EM UMA PERSPECTIVA BILÍNGUE

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO DE SURDOS, TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL, LEITURA E ESCRITA. Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Educação e Infância

Resumo

Resumo O estudo discute o processo de leitura e escrita de crianças surdas em uma perspectiva bilíngue, a partir da descrição e análise da prática pedagógica de uma professora com uma turma de crianças surdas. A referida prática foi fundamentada nos princípios da teoria histórico-cultural, especialmente, nas ideias de Vigotski acerca da questão da deficiência e do processo de leitura e escrita. De acordo com essa perspectiva teórica, formamos as nossas qualidades humanas em interação com os outros e com a cultura, por meio da internalização das práticas sociais vividas. No caso das pessoas com deficiência existem diferenças qualitativas no percurso desse processo e nos modos de formar tais qualidades. Participaram do estudo sete crianças com idade entre seis e sete anos, sendo quatro meninos e três meninas, que frequentam no ano de 2015 uma turma do primeiro ano do ensino fundamental de uma instituição especializada em surdez, localizada na cidade de Belém-Pará e a professora da turma. As atividades foram gravadas em vídeo, fotografadas e registradas em diário de campo. Os resultados demonstram que as crianças participaram ativamente das atividades organizadas pela professora e tiveram grandes avanços no processo de aquisição da leitura e da escrita, o que comprova que uma prática pedagógica, intencionalmente planejada e apoiada em pressupostos teóricos pode contribuir efetivamente para o processo de aprendizagem e desenvolvimento das crianças surdas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.